Blog Bem Gasto

Como preparar seu bolso para as próximas férias

O escritor Fernando Pessoa disse que “para viajar basta existir”. Mas uma boa viagem requer planejamento e dinheiro suficiente.


E para que ninguém literalmente, perca a viagem, daremos algumas dicas de como organizar e se preparar financeiramente para curtir o seu próximo destino, sem extrapolar nos gastos nem voltar para casa repleto de dívidas.


Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) mostram que, em fevereiro deste ano, 61,5% das famílias brasileiras relataram ter algum tipo de dívida. E as viagens estão entre os fatores que contribuem para esse índice ser tão alto.


Planejando a Viagem


Independente do destino e do período em que vai tirar férias, cada viagem traz experiências únicas.


Para quem ainda não tem um local definido mas quer curtir bons momentos nas próximas férias, o primeiro passo é avaliar o quanto pode gastar. Nesta conta é fundamental considerar passagens, estadia, translado, alimentação e passeios. Lembre-se: a data e a duração da viagem impactam diretamente nos custos.


Para auxiliar no levantamento destes valores consulte agências de turismo que oferecem pacotes fechados ou compare em sites especializados opções de companhias aéreas (www.decolar.com) , hotéis (ww.booking.com.br) e lazer (www.tripadivisor.com.br).


Pagando a Viagem


Após concluir o orçamento da viagem, o próximo passo é definir como pagá-la. Para quem já tem o valor, ótimo.


Mas para quem ainda precisa juntar dinheiro, uma forma rápida de calcular o valor a ser poupado por mês é dividir o orçamento pelo número de meses restantes até a data de início da viagem. Por exemplo, se você pretende viajar em fevereiro de 2020 e concluiu em março deste ano que o custo total da viagem será de R$ 5.000,00, precisará juntar R$ 500,00 durante os próximos 10 meses.


O mais importante é que o valor a ser poupado não comprometa o seu orçamento mensal. Caso não seja possível poupar o valor por mês, você pode reduzir o orçamento da viagem ou posterga-la. Com isso o valor mensal a ser poupado diminuirá.


Algumas pessoas preferem antecipar o início da viagem, pagando no cartão de crédito ou buscado um empréstimo. Mas essa solução gera um grande risco para o seu orçamento, pois você se compromete com novas despesas e pode acabar ficando no vermelho quando voltar pra casa. Além disso, pagando à vista você pode negociar todos os pagamentos e o que sobrar gastar com lembrancinha pra família e amigos. Ou com um belo jantar na sua viagem.


Lidando com imprevistos


Infelizmente nem sempre conseguimos seguir o que planejamos. E na hora em que algo dá errado faz toda diferença estarmos preparados para surpresas desagradáveis.


Existem empresas que oferecem seguros de viagem que cobrem atendimentos médicos e indenização no caso de extravio de bagagem. Alguns cartões de créditos oferecem gratuitamente este serviço. Além do seguro viagem é importante reservar uma quantia, em média 10% do valor total da viagem, para ser gastos com passeios, restaurantes ou serviços a serem contratados em cima da hora.


Seguindo as dicas deste artigo você poderá curtir estas viagens e quando voltar pra casa, já começar a planejar a próxima, e o mais importante, sem ter o seu orçamento mensal comprometido.



Leandro Lira é voluntário do Bem Gasto

https://www.linkedin.com/in/leandroalira/




0 visualização