Blog Bem Gasto

Marcas próprias de supermercados podem gerar uma boa economia!



Quando você pensa em economizar nas compras de mercado, qual a primeira opção que vem em sua mente?


(a) Procurar um mercado popular onde os preços em geral são mais baratos.

(b) Reduzir ou eliminar produtos da lista de compras.

(c) Substituir produtos por similares de outras marcas.


Trocar a marca nem sempre é uma alternativa confortável, pois geralmente associamos a marca a um padrão mínimo de qualidade. Quando mudamos para uma outra marca que já conhecemos ou para uma de referência no mercado, esta troca pode ser menos traumática. Entretanto, quando é a marca própria do mercado a decisão pode ser mais difícil.


Um pouco de História:


As marcas próprias chegaram ao Brasil na década de 1970, como uma alternativa mais barata para o consumidor e como uma ferramenta de fidelização para as redes varejistas.

O Grupo Pão de Açúcar foi o primeiro supermercado brasileiro a trabalhar com marcas próprias no País, como o detergente Alv, o palmito Pap’s, o pêssego Mr. Field e o selo Nobile para guardanapo e papel-toalha.


Atualmente, a intensificação da crise econômica vem contribuindo para o crescimento das marcas próprias, já que os consumidores buscam alternativas de redução de despesas.


Vantagens em Optar pela Marca Própria:


A principal razão para se optar pelos produtos de marca própria são os preços mais baixos, que podem gerar 20% de economia segundo a Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (ABMAPRO).


Os varejistas conseguem equilibrar os preços baixos com a manutenção da qualidade, pois os custos com publicidade e pontos de venda são praticamente nulos.

Para a Indústria, a chegada das marcas próprias também gera oportunidades, já que os produtos com a marca do supermercadista são fabricados por eles.

No final todos ganham. O supermercadista ao vender produtos próprios e ao fidelizar seus clientes, o consumidor que tem acesso a produtos mais baratos e a indústria que mantém a sua produção ativa.


A Qualidade dos Produtos de Marca Própria:


Os principais supermercadistas possuem processos para avaliação de seus fornecedores, incluindo os que produzem os produtos de marca própria. Estes fornecedores são treinados e submetidos aos rígidos controles de qualidade do supermercadista.


O Grupo Pão de Açúcar gerencia a qualidade de todo os fornecedores das marcas Qualitá e Taeq, regularmente, através do Programa Evolutivo de Qualidade. Sempre que alguma irregularidade é detectada, o fornecedor é comunicado e precisa apresentar um plano de adequação aos requisitos acordados.


Alguns números:

· Em 2017, produtos de marca própria estiveram presentes em mais de 32 milhões de casas brasileiras, segundo a Kantar Worldpanel, uma empresa especializada em comportamento de consumo.

· Em 2016, a venda de marcas próprias cresceu 13,4% contra 9,6% das marcas de fabricantes, segundo dados do instituto de pesquisa Nielsen.

· Em 2016, foram lançadas no Brasil 58 marcas próprias e 2190 novos produtos, segundo a ABMAPRO.

· Os produtos de marca própria podem ser 20% mais baratos que os concorrentes, segundo a ABMAPRO.





Vale a pena optar pela Marca Própria


Considerando o cenário atual econômico, as marcas próprias passaram a ser uma alternativa para que as famílias economizem com as compras de supermercado, sem deixar de lado a qualidade.

Novas opções a custos mais baixos contribuem para uma concorrência saudável. Cabe a nós consumidores experimentarmos e fidelizarmos os produtos e supermercadistas que nos atendem com a qualidade que esperamos e com preços justos.


Leandro Lira é voluntário do Bem Gasto

https://www.linkedin.com/in/leandroalira/

0 visualização