Blog Bem Gasto

Novo rumo por uma causa

Atualizado: 24 de Out de 2018

“Sou formada em publicidade, mas minha trajetória profissional tomou um rumo bem diferente. Explico o porquê.



Trabalhei por quase 5 anos em uma consultoria especializada em gestão para sustentabilidade. Consegui permear em diferentes organizações de diferentes setores, me especializei em facilitação de grupo e em 2014 tive um primeiro contato com o universo do negócio de impacto social.


Foram aí que surgiram profundos incômodos e questionamentos pessoais. Percebi que as políticas – sejam públicas ou empresariais – não buscavam a redução das desigualdades. E que as soluções oferecidas nem sempre – para não dizer nunca – captavam as raízes dos problemas socioambientais.


Mas também percebi que existiam alternativas para reverter esse quadro.


Deixei a consultoria há três anos e abracei o desafio de apoiar a estruturação e lançamento do Cartão Nova Paraisópolis, o primeiro cartão de crédito comunidade de impacto social no Brasil – ele tem como objetivo incentivar o consumo local e promove a inclusão social. Ele é bandeirado e personalizado! E por meio dele, apoiamos diversas iniciativas e oferecemos conteúdo de educação financeira com um método próprio, chamado Delícia. Nas próximas semanas falaremos mais a respeito.


O produto deu tão certo que lançamos em 2017 o segundo cartão comunidade, o Cartão Jardim, no complexo do Jardim São Luís, um lugar que já foi considerado pela Organização das Nações Unidas ) um dos lugares mais perigosos do mundo.


E é por estar lá que garanto que a periferia é um espaço extremamente potente. É onde os problemas complexos são diariamente resolvidos de maneira criativa e existe um potencial absurdo de crescimento e desenvolvimento.


Para isso, é preciso observar, honrar, se permitir, ser empático, trazer para perto e estar aberto a aprendizado. Assim, conseguiremos fazer com que os problemas tornem-se soluções e impacto.


Percebo um caminho de grande conexão com o Bem Gasto, do qual somos apoiadores e parceiros. Precisamos provocar e gerar incômodos. Precisamos repensar o óbvio e o não óbvio para se construir novas realidades”.


Julia Drezza

Gerente de Sustentabilidade da Mais Fácil

www.maisfacil.com.br

141 visualizações